SUM_-_ZONA_AZULOs agentes do “Olá Rotativo”, sistema de Zona Azul da cidade, começaram a trabalhar com novos tablets e impressoras portáteis para venda dos tíquetes. Assim, aos poucos,
as notificações e vendas de bilhetes manuais serão extintos.

A mudança foi implementada pela empresa concessionária Rizzo Mobiliário
Urbana Ltda, responsável pela Zona Azul, atendendo um item do contrato
firmado com a Prefeitura previsto no processo licitatório.

De acordo com o supervisor do Olá Rotativo em Sumaré, Fernando Machado:

“os monitores vão vender os tíquetes e imprimir as notificações aos
motoristas infratores por meio eletrônico, não mais de maneira manual. Por
enquanto, os tíquetes de estacionamento e as notificações de papel ainda
vão funcionar, mas por um curto período, apenas para a população se
acostumar com a mudança”

Notificação

Ao inserir os dados por meio do tablet, a impressão dos tíquetes de
estacionamento e das notificações, feita por meio de uma impressora
portátil, é realizada automaticamente. No caso das notificações, os
monitores anotam a placa do veículo, número da vaga e tipo de ocorrência e
fixam o papel impresso no vidro dianteiro do veículo, para que haja a
fiscalização posterior, realizada exclusivamente pelos agentes municipais
de trânsito.

“Essa adoção dos tablets foi um exigência da Prefeitura. De forma
gradativa, a Rizzo está implementando os itens exigidos no contrato,
facilitando e modernizando o sistema e a vida dos usuários”, comentou o
secretário municipal de Mobilidade, José Carlos Alves.

Parquímetros

A venda de bilhetes por meio dos parquímetros (que já permitiam ao
usuário comprar o tíquete do estacionamento rotativo de maneira
eletrônica), bem como de talões nos estabelecimentos comerciais
credenciados da Região Central, continua normalmente.

O usuário pode escolher o tempo de permanência, sendo o máximo de 2 horas.
É cobrado R$ 1,00 a cada hora estacionada, mas há uma tolerância de 10
minutos sem o pagamento da tarifa.

Desde 2011

A Zona Azul é operada em Sumaré pela empresa Rizzo desde 2011, em toda a
região central. Durante os dias úteis, a Zona Azul funciona das 9 às 18
horas. Aos sábados, o sistema vigora das 9 às 13 horas. Nos domingos,
feriados e horários fora do estabelecido na lei, o estacionamento é
gratuito.

Veículos oficiais dos Estados, municípios e da União, de emergência e de
apoio técnico à imprensa, estão isentos da taxa. Das vagas asseguradas, 5%
delas são para veículos conduzidos ou que transportem idosos, e 2% para
portadores de deficiências com dificuldades de locomoção – porém, a
reserva de vagas não exime estes usuários do pagamento da tarifa.

A Zona ou “Área” Azul é regulamentada pelo Código de Trânsito Brasileiro e
também por leis municipais. O valor em caso de infração é de R$ 53,20,
também previsto na Legislação Brasileira de Trânsito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s