agulha

Com a opção da escolha, a maioria dos pacientes prefere tomar um medicamento por via oral, em vez de por injeção. Infelizmente, muitos medicamentos, especialmente aqueles feitos a partir de proteínas grandes, não podem ser administrados como comprimido, porque eles são decompostos no estômago, antes de poderem ser absorvidos.

Para ajudar a superar esse obstáculo, os pesquisadores do MIT e Massachusetts General Hospital (MGH) criaram uma cápsula revestida com pequenas agulhas que podem injetar drogas diretamente no revestimento do estômago após ser engolida. Em estudos em animais, a equipe verificou que a cápsula de insulina é entregue de modo mais eficiente dessa maneira do que a injeção subcutânea, e não se observaram efeitos secundários nocivos como a cápsula passando por meio do sistema digestivo.

“Esta poderia ser uma forma que o paciente possa contornar a necessidade de ter uma infusão ou administração subcutânea de uma droga”, diz Giovanni Traverso, um pesquisador do Instituto de Koch do MIT nas pesquisas sobre o câncer, um gastroenterologista no MGH, e um dos principais autores do artigo sobre o assunto, que saiu no Journal of Pharmaceutical Sciences.

No artigo, a equipe descreve sua cápsula acrílica de 2 cm de comprimento, abastecida com insulina e revestida com agulhas ocas de aço inoxidável de 5 mm de comprimento. As microagulhas são pequenas demais para causar qualquer dano ao intestino. Uma versão inicial da cápsula já foi testada em porcos, que receberam a insulina sem sofrer qualquer efeito colateral visível.

Os pesquisadores têm algumas ideias para tornar o protótipo mais seguro e menos assustador. As agulhas, por exemplo, podem ficar cobertas por um escudo sensível ao pH, que se dissolveria apenas depois de passar pelo estômago e chegar no intestino. Em vez de agulhas ocas de metal, eles poderiam usar também microagulhas solidas feitas à base de açúcar com a droga já embutida. Talvez eles consigam fazer a cápsula ficar ainda menor, também.

Além de administrar insulina, a cápsula poderia também ser usada com outras drogas, como anticorpos, que são proteínas grandes usadas geralmente para tratar condições autoimunes. Estes remédios tem que ser injetados no sangue pois se desintegram no sistema digestivo. Algum dia, quem sabe, poderemos mandá-los diretamente para o trato digestivo e injetá-los por lá mesmo.

Vídeo:

 

Fonte: http://newsoffice.mit.edu/2014/microneedles-drug-delivery-capsule-1001

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s