Esse texto esclarece muitas dúvidas quanto ao serviço de hospedagem, vale a leitura!

Se você está em dúvida se vale a pena contratar um serviço de hospedagem de sites, ou não tem menor ideia de como começar a pesquisar sobre quais os melhores planos e empresas, este post poderá lhe trazer informações básicas sobre hospedagem.

O que é um serviço de hospedagem?

Imagine um monte de computadores ligados em rede e conectados à rede mundial de computadores, cujas funções são fornecer espaço e transferir dados para que você possa publicar seus sites e arquivos. Esses computadores são chamados servidores de hospedagem.

Será que eu preciso?

Se você precisa apenas de um site para divulgação temporária como um hotsite, por exemplo, a melhor solução é deixar a hospedagem nas mãos da empresa que você contratou para desenvolver o site. Essas empresas (até mesmo vários freelancers) geralmente já possuem um servidor ou assinam algum serviço de hospedagem que acaba sendo mais barato do que você ter de contratar seu próprio.

No caso de você ter um site permanente (como seu site institucional, blog ou loja virtual) ou sazonal (por exemplo, um site de um evento) e quer ter mais liberdade e não depender de outra empresa quando precisar atualizá-lo, aí vale pagar por planos mais baratos de hospedagem.

Mesmo para quem possui sites com conteúdo dinâmico, com muito tráfego de informações e de usuários, existem os planos mais power e também os servidores dedicados que ainda são mais baratos do que ter suas próprias máquinas servidoras.

Para aqueles que buscam escalabilidade, há também servidores VPS (virtual private server, ou servidor privado virtual) e de Cloud Computing (computação em nuvem), para um crescimento considerável de visitantes e uso de recursos.

Do que eu preciso?

Cada plano tem suas medidas e seus limites e você deve administrá-los. Quando você ultrapassar esses limites, a empresa de hospedagem provavelmente entrará em contato com você, apresentando outro plano capaz de suportar suas necessidades para você migrar o seu sistema.

No caso de servidores VPS e Cloud Computing, você pode aumentar a capacidade do seu servidor de acordo com suas necessidades na hora mantendo seu site no ar e evitando dores de cabeça de incompatibilidade do seu site com as configurações de um novo servidor.

Geralmente os servidores trabalham com planos com os seguintes parâmetros:

  • Limite de disco: espaço de disco rígido que você tem disponível para armazenar os seus arquivos.
  • Limite de banda: transferência máxima de dados permitida em um mês.
  • Taxa de uptime: porcentagem garantida de tempo em que o servidor fica disponível durante o mês.
  • Número de domínios: quantos domínios (exemplo http://www.seu.si.te) você pode hospedar.
  • Contas de email: até quantas contas de email você pode hospedar.
  • Número de IPs dedicados: um mesmo IP você pode dedicar com outros sites sem que eles interfiram com o seu. Mas por algum motivo você pode precisar de um ou mais IPs dedicados (necessidade do uso do https, por exemplo).
  • HTTPs: o plano pode disponibilizar ou não o protocolo HTTPs, para ambientes de navegação segura (para lojas virtuais, por exemplo).
  • Tecnologias: quais tecnologias o plano de hospedagem suporta, que sistema operacional ele roda, quais linguagens de programação, quais banco de dados, etc.
  • Recursos: geralmente o servidor disponibiliza algumas ferramentas para facilitar a sua configuração, seja acesso à máquina via ssh, seja um ambiente web com painel de controle bem simples e intuitivo.
  • Backup: praticamente todos os servidores possuem algum sistema de backup, mas que geralmente é uma rotina que roda uma vez por dia copiando seus dados de um HD para outro. Para servidores mais parrudos, são usadas algumas tecnologias de replicação mais confiáveis.

O Infinito não existe!

Não se afobe quando você encontrar um plano que não tenha limite de disco nem de banda, o que é comum nos planos de baixo custo. É a Festa da Uva?? Leia as entrelinhas e você verá que é praticamente impossível usar essas ilimitações. Não, não é a Festa da Uva.

Por exemplo, um deles lhe proíbe de utilizar mais que 20% da CPU da máquina em que você está hospedado por mais de 10 segundos. Ou seja, você não poderia, por exemplo, hospedar um vídeo ou um sistema web mais complexo.

Qualidade do serviço e atendimento

Há uma coisa que você deve pensar antes de contratar um serviço de hospedagem. Você está contratando o serviço de uma empresa, e não uma máquina.

Um bom serviço é aquele que lhe provê toda a privacidade de seus dados, facilidade na compra do serviço ou alteração de plano, resolução ágil de problemas e manutenção de seu servidor e qualidade e rapidez de atendimento.

O servidor apenas faz parte do serviço e, para usufruir de todo o serviço, você tem que poder desfrutar de todo o resto, incluindo a qualidade e confiabilidade do serviço e o atendimento ao cliente. Principalmente quando algo dá problema e você precisa de suporte.

Fonte: www.saiadolugar.com.br 

Nós da amplavisao.com fornecemos esses serviços, mas não em planos pré-definidos e “engessados”, aqui ajustamos o plano de acordo com as necessidades reais do cliente bem como de seu orçamento, ou seja sob-medida. No caso de dúvidas não hesite em nos contactar atendimento@amplavisao.com ou pelo atendimento on-line direto no site!

Nosso próximo post falará sobre e-mail’s profissionais e a importância de se ter um serviço confiável. 😀 até lá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s